segunda-feira, 30 de junho de 2014

Alemanha é destaque da série dedicada à cultura dos países da Copa

O website gaúcho de notícias e entretenimento ZeroHora publicou um artigo sobre a Alemanha, país da seleção que tem sido destaque na Copa do Mundo 2014. O artigo traz diversas informações sobre a cultura alemã e os sucessos musicais que tem enviado para o mundo. O Tokio Hotel, certamente, não ficou de fora. Confira abaixo, um trecho do artigo em que a banda é citada:


"Com a vitória sobre os EUA, a Alemanha ficou em primeiro lugar no grupo G do Mundial e, assim, estará em Porto Alegre nesta segunda-feira para jogar contra a Argélia – que já pisou no Beira-Rio, enfrentando a Coreia do Sul. A passagem da seleção alemã pela Capital nos levou a retomar a série Copa Cultural, que apresenta ícones da cultura dos países que jogaram no Estado – a Argélia foi destaque no dia 11 de junho.
Dar conta da enorme produção artística de um país com tradição cultural tão longeva quanto a Alemanha não é uma tarefa fácil. Reunimos aqui algumas das maiores influências, em diversas áreas da criação e do conhecimento. A própria origem da Alemanha está ligada a uma história que ultrapassa as fronteiras que hoje demarcam o país. A Germânia ficou conhecida como a região da Europa localizada além dos limites do Império Romano, mais precisamente entre o Reno e as florestas e estepes do que hoje é a Rússia. Essa extensa área foi habitada, ao longo dos séculos, por diveros povos que comungam da tradição germânica.
Poucos discutem que os alemães inventaram a música eletrônica – ou pelo menos foram os primeiros a colocar todo mundo para dançar feito robôs. Os sintetizadores, que já figuravam no krautrock (mistura de eletrônico com rock), ganharam destaque com o lançamento de Autobahn (1974), do Kraftwerk. Embora, nos últimos tempos, seu maior produtor de exportação musical tenha sido o rock adolescente do Tokio Hotel e seu andrógino vocalista, Bill Kaulitz."